Política de utilização de Cookies em Revista Saúda Este website utiliza cookies que asseguram funcionalidades para uma melhor navegação.
Ao continuar a navegar, está a concordar com a utilização de cookies e com os novos termos e condições de privacidade.
Aceitar
31 agosto 2018
Texto de Irina Fernandes Texto de Irina Fernandes Fotografia de Miguel Ribeiro Fernandes Fotografia de Miguel Ribeiro Fernandes

Torre da Igreja da Urzelina: o «sinal de Deus»

​​​​Em 1808, uma erupção vulcânica destruiu grande parte da aldeia da Urzelina.

Tags
A 1 de Maio de 1808 uma erupção vulcânica atingiu a freguesia da Urzelina, na ilha de São Jorge. A força da lava atingiu também a paróquia local, a Igreja da Urzelina. No entanto, a torre do edifício religioso ficou incólume, o que acabaria por dar origem a uma lenda. 

«A lava levou tudo, mas quando chegou à igreja manteve intacta a torre onde se encontravam guardadas as varas do Divino Espírito Santo. Era um sinal de Deus!», conta Germano Bettencourt, farmacêutico jorgense evocando o desastre natural há 210 anos. 

O salvamento dos símbolos religiosos e da torre da Urzelina recebeu o nome de «Milagre da Torre». 

Germano Bettencourt enaltece o simbolismo que a Torre da Urzelina ganhou na ilha: «É um símbolo da resistência do povo jorgense a intempéries, terramotos, vulcões». 

Para conhecer mais desta história, peça a #RevistaSaúda deste mês na sua farmácia.

 

Notícias relacionadas