Política de utilização de Cookies em Revista Saúda Este website utiliza cookies que asseguram funcionalidades para uma melhor navegação.
Ao continuar a navegar, está a concordar com a utilização de cookies e com os novos termos e condições de privacidade.
Aceitar
3 maio 2019
Texto de Irina Fernandes Texto de Irina Fernandes Fotografia de Pedro Loureiro Fotografia de Pedro Loureiro

Uma viagem ao interior do camião

​​​​​​​Elisabete Jacinto mostra como é o seu veículo todo-o-terreno.

Tags
De tracção permanente às quatro rodas, com potência a rondar os 830 cv e equipado com pneus Michelin 14.00 R20 G ZXL (PR22). Assim é o camião MAN (marca do veículo) que a piloto portuguesa conduz em dias de competição de todo-o-terreno.

Movida pela vontade de fazer «sempre melhor», Elisabete Jacinto teve o primeiro contacto com o mundo das corridas aos 27 anos. Assumiu pela primeira vez os comandos de um camião três meses depois de obter a carta de pesados. 

Com um currículo desportivo marcado por múltiplas vitórias e distinções em provas nacionais e internacionais, a piloto portuguesa tem competido em destinos como Espanha, Emirados Árabes Unidos ou continente africano.

Para que nada falhe em dia de etapa, a piloto conta com o apoio de uma equipa constituída por, entre outros profissionais, Jorge Gil, director de equipa, Marco Cochinho, mecânico, e José Marques, navegador, que asseguram a monotorização contínua do camião. 

Da componente mecânica e do sistema de navegação GPS à gestão da pressão dos pneus, todos os pormenores são avaliados com máximo detalhe e rigor. 

«Esta cabine já não é a original, a outra partiu. Quando a comprámos, vinha com este arco de segurança, todo colado à cabine e que protege em caso de acidente. Isso fez com que tivéssemos de mudar toda a parte da frente. Estas fibras foram todas construídas por nós e, por isso, temos um grande orgulho nelas!», explica a profissional de competição. 

Para conhecer mais desta história, peça a #RevistaSaúda deste mês na sua farmácia.