Política de utilização de Cookies em Revista Saúda Este website utiliza cookies que asseguram funcionalidades para uma melhor navegação.
Ao continuar a navegar, está a concordar com a utilização de cookies e com os novos termos e condições de privacidade.
Aceitar
Texto de Rita Araújo Monteiro (Farmacêutica) Texto de Rita Araújo Monteiro (Farmacêutica)

Temos para si a Primavera

​​​Alternativas saudáveis no combate à alergia.

Tags
​A partir de Março os dias ficam maiores e ensolarados, as plantas florescem. O cenário primaveril é lindo e convida a passeios ao ar livre. Mas para dois milhões de portugueses representa o início da época das alergias. Quando falamos de alergias pensamos em espirros, nariz a pingar e irritação no nariz. A rinite alérgica pode também afectar os olhos, com comichão e inflamação, e desencadear crises de asma, eczema e urticária. A resposta exagerada do sistema imunológico traduz-se na produção de uma proteína chamada histamina, causadora dos sintomas.

A natureza dispõe de alguns anti-histamínicos, que representam uma alternativa saudável no combate às alergias:

  • Chá verde – considerado um dos melhores antihistamínicos naturais. Pode ser tomado na forma de chá ou de cápsulas, duas vezes por dia, mas não à noite, por conter cafeína. É desaconselhado a hipertensos ou pessoas com glaucoma
  • Chá de urtiga – planta selvagem muito rica em antioxidantes, vitaminas e minerais, é também muito eficaz contra as alergias. Deve ser apanhada e lavada com luvas, as folhas  ​cozidas e consumidas na forma de chá, duas a três vezes por dia. Por ter actividade diurética, pode diminuir o efeito de medicamentos, como os anticoagulantes
  • Vitamina C – consumida na forma de sumo de limão ou de laranja, é um anti-histamínico eficaz

É de destacar a importância da lavagem diária dos olhos com soro fisiológico e do nariz com soluções salinas isotónicas, disponíveis em farmácias na forma de sprays e de irrigadores nasais. Efectuada duas vezes ao dia, a lavagem nasal minimiza as manifestações da rinite alérgica, aumentando a qualidade de vida e permitindo reduzir em 60 por cento a necessidade de utilizar fármacos mais fortes. Contra as alergias, é tão importante limpar as fossas nasais diariamente quanto lavar os dentes.
Notícias relacionadas