Política de utilização de Cookies em Revista Saúda Este website utiliza cookies que asseguram funcionalidades para uma melhor navegação.
Ao continuar a navegar, está a concordar com a utilização de cookies e com os novos termos e condições de privacidade.
Aceitar
23 abril 2020
Texto de Ana Mexia (médica dentista) Texto de Ana Mexia (médica dentista)

Saúde oral em tempos de COVID-19

​​​​​​​Cuidados a ter para manter uma boa higiene, em especial para pessoas infectadas.

Tags
Com o surto de COVID-19 em Portugal, o Governo decretou a suspensão de toda e qualquer actividade de Medicina Dentária, Estomatologia e Odontologia, com excepção de situações comprovadamente urgentes e inadiáveis como infecções orofaciais graves, hemorragias orais e dor dentária aguda severa que não responde a medicação.

Mais do que nunca devemos estar atentos à nossa saúde oral. Face à actual pandemia, as boas práticas de higiene oral devem ser mantidas e até reforçadas para prevenir a maioria das doenças que podem afectar a cavidade oral.

Recomendações de higiene para a população em geral:

  • Deve escovar os dentes no mínimo duas, três vezes por dia durante aproximadamente 2 minutos.

  • Não partilhar escovas de dentes: as cerdas acumulam bactérias e vírus.

  • Arrumar as escovas separadamente umas das outras (se existir partilha de casa de banho entre diferentes pessoas).

Recomendações especiais em doentes suspeitos ou com COVID-19:

  • À correcta técnica de escovagem dentária pode adicionar um bochecho com iodopovidona solução oral ou de peroxido de hidrogénio a 1%. A sensibilidade do vírus a estas soluções é maior do que com um elixir comum.

  • Depois de escovar os dentes deve mergulhar a sua escova de dentes numa solução de hipoclorito de sódio (lixivia) a 0.05% (0,5ml de lixivia para 1L de água), durante 30 minutos. Após esse tempo, lave muito bem a sua escova de dentes e deixe secar.

  • Após a cura da doença, deve utilizar uma nova escova de dentes.

  • É muito importante, neste período, não partilhar qualquer objecto pessoal, incluindo as escovas dos dentes.

  • Caso exista partilha de casa de banho com outras pessoas, deve ser o último a fazer a sua higiene oral e quando terminar deve desinfectar todas as superfícies. 

Além do reforço da higiene oral, devemos também dar especial atenção aos hábitos alimentares. Sabemos que estes estão directamente ligados a muitas doenças crónicas e também a uma boa saúde oral. Por isso, devemos manter uma dieta completa, equilibrada e variada.

Recomendações para uma dieta equilibrada:

  • Evite alimentos açucarados e muito processados, estes aumentam o risco de aparecimento de cáries dentárias.

  • Evite o aumento do consumo de alimentos e bebidas que provocam desmineralização dentária. Bebidas ácidas (limonadas e refrigerantes), saladas com muito vinagre e frutas muito ácidas, podem aumentar a sensibilidade dentária.

  • Tenha uma alimentação à base de alimentos frescos, como as frutas e legumes ricos em vitaminas e minerais. 

  • Adopte a água como bebida de eleição. Faz bem a tudo.

Mesmo com todos estes cuidados se necessitar de uma consulta de urgência entre em contacto por via telefónica, mensagem ou e-mail com o seu médico dentista. Seguramente que ele vai orientá-lo.

Fique em casa e mantenha um sorriso cheio de vitalidade, pois daqui a pouco tempo,  todos vamos precisar de um sorriso seu.