Política de utilização de Cookies em Revista Saúda Este website utiliza cookies que asseguram funcionalidades para uma melhor navegação.
Ao continuar a navegar, está a concordar com a utilização de cookies e com os novos termos e condições de privacidade.
Aceitar
12 outubro 2018
Texto de Irina Fernandes Texto de Irina Fernandes Fotografia de Direitos Reservados Fotografia de Direitos Reservados

«Odette Ferreira foi uma mulher à frente do seu tempo»

​​​​​Voto de pesar pelo falecimento da farmacêutica foi aprovado, por unanimidade, na Assembleia da República. 

Tags
​«Odette Ferreira foi uma mulher à frente do seu tempo, envolvida desde o primeiro momento na investigação e na luta contra a sida», considera o Parlamento português.
 
Diante de familiares e amigos de Odette Ferreira presentes nas galerias da Assembleia da República, os deputados aprovaram, na manhã desta sexta-feira, dia 12, por unanimidade, um voto de pesar pelo falecimento da farmacêutica e antiga presidente da Comissão Nacional de Luta Contra a Sida.
 

 
Pioneira na investigação da doença em Portugal, Odette Ferreira faleceu, no passado domingo, aos 93 anos.
 
No Parlamento, a investigadora portuguesa, mentora do programa de troca de seringas, implementado no nosso país em 1993, foi recordada como a «pessoa certa no momento certo».
 
«Era desde 1986 catedrática da Faculdade de Farmácia​ da Universidade de Lisboa e fez parte da equipa de investigação luso-francesa que identificou pela primeira vez o vírus VIH/sida tipo 2», assinala ainda o documento de homenagem.
 
O empenho e a determinação que Odette Ferreira entregou à causa da luta contra a sida foram igualmente recordados: «demonstrou coragem, determinação e uma capacidade única para comunicar com o grande público e com os grupos de risco, combatendo a ignorância e contribuindo para a difusão de uma cultura de prevenção e solidariedade».

 
 

Notícias relacionadas
Documentos relacionados