Política de utilização de Cookies em Revista Saúda Este website utiliza cookies que asseguram funcionalidades para uma melhor navegação.
Ao continuar a navegar, está a concordar com a utilização de cookies e com os novos termos e condições de privacidade.
Aceitar
29 abril 2021
Texto de Sandra Costa Texto de Sandra Costa Fotografia de Pedro Loureiro Fotografia de Pedro Loureiro Vídeo de André Oleirinha Vídeo de André Oleirinha

Sonhar em grande para ajudar em grande

​​Futuro espaço da Associação Jorge Pina apoiará mais crianças e jovens através do desporto.​

Tags
​«Este espaço é do tamanho do trabalho que queremos fazer. Eu gosto de sonhar em grande, para poder ajudar em grande», diz o atleta, com um sorriso. Dez anos após ter sido criada, a Associação Jorge Pina vai contar com um espaço próprio de 1.700 metros, na freguesia de Marvila, cedido pelo município de Lisboa. Quando abrir portas, talvez daqui a um mês (Junho de 2021), mais crianças e jovens vão poder praticar boxe, a primeira paixão de Jorge Pina, mas também atletismo adaptado e goalball, um desporto colectivo com bola, praticado por atletas que possuem deficiência visual. 

«Quis promover o desporto de uma forma harmoniosa e saudável, em que as pessoas com e sem deficiência pudessem ser integradas na vida desportiva», explica o atleta. Depois de ultrapassar uma infância e adolescência complicadas, Jorge Pina tornou-se campeão de boxe, mas um acidente deixou-o quase totalmente cego. Não desistiu de fazer desporto de competição e abraçou o atletismo. Atleta de alta competição, participou nos Jogos Paraolímpicos de Pequim, Londres e Rio de Janeiro. Prepara-se agora para Tóquio.  

Quando criou a associação, em 2011, Jorge Pina andava «de um lado para o outro com uma carrinha, a transportar miúdos». Até agora, as actividades têm decorrido em escolas e espaços cedidos por parceiros, como o Estádio 1.º de Maio, da Fundação Inatel. O reconhecimento do valor do trabalho desenvolvido chegou quando a Câmara Municipal de Lisboa cedeu o pavilhão e concordou em apoiar a obra em 60 por cento. Com a energia inesgotável que o caracteriza, Jorge mobilizou os restantes apoios.  

Jorge Pina é embaixador do Plano Nacional de Ética no Desporto e, em conferências realizadas em escolas, procura transmitir a importância da prática desportiva. Acima de tudo demonstrar os valores que se aprende no desporto, como fair play, amizade e cooperação. Com o seu exemplo de vida, Jorge Pina quer inspirar crianças e jovens a lutarem pelos seus sonhos, mas sabe que isso não basta. «Não sou eu que os escolho, têm de ser eles a escolher-me e a querer a mudança nas suas vidas». 

A associação também desenvolve projectos de apoio à comunidade, como a distribuição de alimentos a famílias carenciadas, em parceria com instituições da freguesia de Marvila. «Quando queremos sonhar e trabalhar para os outros, em prol da comunidade, conseguimos sempre levar a nossa avante. Há muitas dificuldades no caminho, mas fazemos magia para conseguir ajudar crianças, jovens e a comunidade que será o futuro da Associação Jorge Pina».