Política de utilização de Cookies em Revista Saúda Este website utiliza cookies que asseguram funcionalidades para uma melhor navegação.
Ao continuar a navegar, está a concordar com a utilização de cookies e com os novos termos e condições de privacidade.
Aceitar
1 julho 2019
Texto de Sónia Balasteiro Texto de Sónia Balasteiro

Projecto de detecção da diabetes arranca em Gondomar

​​​​​​​​"Diabetes: Descobrir para Prevenir" avança em farmácias do concelho, numa parceria entre a ANF e a Médis.

Tags
Arrancou esta segunda-feira um projecto-piloto de luta contra a diabetes em 14 farmácias de Gondomar. Sob o mote “É possível prevenir a diabetes… E viver com ela!”, os utentes do município têm agora acesso gratuito a um rastreio na farmácia que permite sinalizar pessoas com maior risco de diabetes tipo 2.

«A diabetes é um dos maiores problemas de saúde pública do século XXI», alerta o presidente da Associação Nacional das Farmácias (ANF), Paulo Cleto Duarte. A enorme prevalência «torna urgente combater este flagelo através do diagnóstico precoce e de inovar no acompanhamento médico e farmacêutico da população em risco», defende.

Direccionado a pessoas com idade igual ou superior a 45 anos e sem diagnóstico de diabetes, o projecto-piloto "Descobrir para Prevenir" prevê que os casos de maior risco que sejam identificados tenham acesso a duas consultas médicas e exames complementares quando necessário, em prestadores da Rede Médis aderentes à iniciativa, para avaliação da sua saúde no que à diabetes diz respeito. 

Todos os participantes beneficiam ainda do acesso a informação sobre a doença e sobre estilos de vida saudáveis, como reforço da literacia em saúde e prevenção da diabetes.

«O contexto da diabetes em Portugal, com o elevado número de pessoas que afecta, agravado pelo cenário de uma população em crescente envelhecimento, torna-a num tema incontornável», refere Eduardo Consiglieri Pedroso, CEO da Médis. «Esta iniciativa de responsabilidade social visa sensibilizar e actuar, permitindo a quem participe conhecer melhor o seu estado de saúde quanto à diabetes», explica.

O projecto é financiado no âmbito da responsabilidade social pela Médis e pela ANF, não tem custos para o utente e estará disponível nas farmácias aderentes durante seis semanas.
Notícias relacionadas
Documentos relacionados