Política de utilização de Cookies em Revista Saúda Este website utiliza cookies que asseguram funcionalidades para uma melhor navegação.
Ao continuar a navegar, está a concordar com a utilização de cookies e com os novos termos e condições de privacidade.
Aceitar
27 novembro 2020

Máscaras N95 são mais eficazes

​​​Mesmo após lavagem e desinfecção, a máscara N95 foi a melhor, com 98,5 por cento de eficácia.

Tags
​De acordo com a análise de estudos científicos de excelente qualidade, o Instituto de Saúde Baseada na Evidência (ISBE) identifica as máscaras de protecção N95 como as mais seguras, mesmo quando lavadas várias vezes. Os investigadores do ISBE identificam um estudo publicado na revista científica JAMA pela sua pertinência e «alta qualidade após avaliação da validade, importância dos resultados e aplicabilidade prática», afirma António Vaz Carneiro, presidente do Conselho Científico do ISBE e director Cochrane Portugal.

De acordo com a publicação do ISBE, a escassez de máscaras de boa qualidade no início da pandemia levou à adopção de soluções de D eficácia duvidosa, muitas delas não aprovadas pelos padrões europeus ou americanos.


«O estudo foi identificado pela sua alta qualidade e aplicabilidade prática», explica António Vaz Carneiro, presidente do Conselho Científico do ISBE

Os autores analisaram, em contexto laboratorial, a eficácia de filtração de várias máscaras, improvisadas ou comerciais, utilizando técnicas já experimentadas anteriormente à COVID-19. Foram testadas 29 máscaras em dois voluntários, um homem e uma mulher e os resultados obtidos indicam que mesmo após lavagem e desinfecção a máscara N95 foi a melhor, com 98,5 por cento de eficácia, desde que os elásticos se mantivessem intactos e com boa adaptação à face.

As máscaras cirúrgicas registaram uma filtração menos eficaz: 78,5 por cento as de atilhos e 38,1 por cento as de elásticos.

O objectivo do Instituto de Saúde Baseada na Evidência (ISBE) com este texto, sobre a eficácia de filtração das diferentes máscaras cirúrgicas, é a disponibilização de informação aos leitores com base na melhor evidência científica.

Referência: Sickbert-Bennett EE et al. Filtration efficiency of hospital face mask alternatives available for use during the COVID-19 pandemic. JAMA Intern Med. Published online August 11, 2020. doi:10.1001/jamainternmed.2020.4221​
Notícias relacionadas