Política de utilização de Cookies em Revista Saúda Este website utiliza cookies que asseguram funcionalidades para uma melhor navegação.
Ao continuar a navegar, está a concordar com a utilização de cookies e com os novos termos e condições de privacidade.
Aceitar
26 julho 2017
Texto de Paulo Cleto Duarte Texto de Paulo Cleto Duarte

Focados no futuro

​​​​​​​​​​​​A opinião de Paulo Cleto Duarte, presidente da Associação Nacional das​ Farmácias.

Tags
É a nossa luta pela transformação profissional da farmácia. ​É a nossa luta por farmácias viáveis, onde nos realizemos como profissionais e como pessoas. É a nossa luta por uma farmácia ao serviço dos cidadãos. São estes os objectivos mais importantes em que temos de nos focar. Uma farmácia cada vez mais integrada no sistema de saúde é a farmácia que melhor defenderá os doentes e a própria rede. 

A prestação de mais serviços à comunidade, farmacêuticos e de saúde e bem-estar, novas áreas de intervenção, novas formas de acesso aos medicamentos e de cooperação interprofissional são o caminho da nossa sustentabilidade e do nosso futuro. 

Uma farmácia mais diferenciada e mais atractiva para as pessoas, com mais serviços, mais produtos e com uma nova relação de conveniência com os consumidores. É um caminho longo, difícil, mas não impossível. Estamos numa fase de reconstrução do sector e tenho a certeza que somos capazes de levar a cabo a realização dos nossos objectivos. 

Não temos outra alternativa a continuar a trabalhar mais e de forma mais organizada, atingindo um a um os objectivos a que nos propomos. Vamos lutar colectivamente, criar mais valor para o sistema de saúde e para os doentes e, simultaneamente, atingir indicadores sectoriais de sustentabilidade. As farmácias portuguesas sempre foram capazes de enfrentar problemas e construir soluções. Focados no futuro, mais uma vez.
Notícias relacionadas