Política de utilização de Cookies em ANF Este website utiliza cookies que asseguram funcionalidades para uma melhor navegação.
Ao continuar a navegar, está a concordar com a utilização de cookies e com os novos termos e condições de privacidade.
Aceitar
23 setembro 2016
Texto de Pedro Veiga Texto de Pedro Veiga
Resistência aos antibióticos põe em risco qualidade dos cuidados de saúde

​​​​​​​Alerta foi feito pelo secretário-geral das​ Nações Unidas.

«Uma ameaça fundamental» que «tornará mais difícil, senão impossível, garantir uma oferta de cuidados de saúde universal e de qualidade». Foi nestes termos que o secretário-geral da ONU, Ban Ki-Moon, descreveu os riscos associados ao crescimento das infecções com bactérias resistentes aos antibióticos.

«É algo que irá minar a produção sustentável de comida e colocar em causa os objectivos de desenvolvimento», afirmou Ban Ki-Moon, durante a primeira reunião dos membros da Assembleia-Geral das Nações Unidas dedicada ao tema da resistência antimicrobiana.

No mesmo encontro, o secretário de Estado da Saúde português, Manuel Delgado, enfatizou a necessidade de haver um esforço para melhorar a «literacia do cidadão para o uso correcto dos antibióticos». O governante sublinhou, no entanto, o percurso positivo que Portugal tem vindo a percorrer, já que «o consumo de antibióticos em Portugal situou-se, durante anos, acima dos valores médios europeus (...). Esse consumo registou uma redução de 14,1% entre 2011 e 2014, tendência mantida até ao presente».

Ouça as declarações de Manuel Delgado aqui​.

Notícias relacionadas