Política de utilização de Cookies em ANF Este website utiliza cookies que asseguram funcionalidades para uma melhor navegação.
Ao continuar a navegar, está a concordar com a utilização de cookies e com os novos termos e condições de privacidade.
Aceitar
22 novembro 2016
Texto de Mário Beja Santos (Técnico de Defesa do Consumidor) Texto de Mário Beja Santos (Técnico de Defesa do Consumidor)
Não seja irresponsável

​​​​​​​​A banalização do uso dos antibióticos pode ter consequências graves. 

​A descoberta dos antibióticos permitiu combater doenças que matavam milhões de pessoas. Muitos de nós ainda achamos que os antibióticos são remédio para todos os males, mesmo quando não há infecções ou mesmo quando as infecções não são bacterianas. O uso banalizou-se, tornou-se abuso e as consequências já se fazem sentir. As bactérias têm-se tornado cada vez mais resistentes, o que constitui hoje um problema grave em todo o mundo.

Combater e reverter esta situação é uma missão de todos nós. Assim:
Só tome antibióticos se o médico prescrever.
Respeite o tratamento na dose indicada e no horário das tomas.
Não interrompa a toma do antibiótico mesmo que se esteja a sentir melhor.
Nunca partilhe antibióticos com outras pessoas.
Peça ajuda ao seu farmacêutico de modo a garantir que a toma é feita com rigor e segurança.
Notícias relacionadas