Política de utilização de Cookies em Revista Saúda Este website utiliza cookies que asseguram funcionalidades para uma melhor navegação.
Ao continuar a navegar, está a concordar com a utilização de cookies e com os novos termos e condições de privacidade.
Aceitar
18 novembro 2015
Texto de Nuno Esteves Texto de Nuno Esteves Fotografia de Rui Manuel Ferreira Fotografia de Rui Manuel Ferreira

Douro

Conhecedor da região, José Barata apresenta um território de gente franca e generosa, que vive em comunhão com a terra e a natureza.​

«A gente entra, e já está no Reino Maravilhoso», escreveu Adolfo da Rocha. No Miradouro de S. Leonardo de Galafura, na Régua – um dos seus lugares preferidos – sentimos o que é a paz de espírito. Talvez tenha sido aqui que ficou impressionado com o caule firme da planta brava que acolheu como pseudónimo. Em 1977, foi nesta varanda de vista larga para o rio que Miguel Torga escreveu sobre o «Doiro sublimado», de «beleza absoluta», como agora se lê numa placa de pedra, gravada com um extracto do Diário XII.

José Barata, o farmacêutico que convida, só quis levar-nos ao miradouro no final da tarde, para ver o sol desaparecer do espelho de água do rio. «Setembro e Outubro é a melhor altura para visitar a região», garante o nosso cicerone. «A luz varia muito durante o dia, permitindo observações diferentes, mas sempre maravilhosas», descreve, como quem partilha um segredo. Mesmo que já conheça a região, vai surpreender-se com as escolhas do director técnico da Farmácia Douro, em Santa Marta de Penaguião. Não poderia encontrar melhor guia.

O rio até atordoa, pelo declive das margens e as curvas apertadas que se sucedem. Cravado nas montanhas, é o terceiro maior da Península Ibérica. Nas encostas a pique que marcam a paisagem encontramos as uvas mais preciosas nas vinhas em socalco, entre o xisto omnipresente. O petróleo desta terra é o Vinho do Porto, um dos melhores do mundo, produzido nas quintas da região. 



Por mais barragens e auto-estradas, este continua a ser um meio rural, que entra em rebuliço na época das vindimas, e de rituais, como as romarias. Território de gente franca e generosa, que vive em comunhão com a terra e a natureza – assim é o Douro.

Os passeios de barco estão na moda, mas com José Barata embarcamos vestidos de alta-costura. O fato tem dez metros de comprimento e 14 de mastro. Falamos do veleiro da empresa Douro à Vela, que levanta âncora do Cais da Folgosa. Com lotação para 12, sobe e desce o rio indomável, mas em ambiente íntimo. O fato é à medida do sonho de cada um. Para estar a dois, pernoitando a bordo, ou com amigos. Aluga-se por uma hora ou por um fim-de-semana. De Miranda ao Araínho, como na canção de Rui Veloso e Carlos Tê, navegam as nossas emoções, serpenteando  entre vinhas. Não pode haver relação mais intensa com o rio, nem melhor miradouro no Vale do Douro.



A escolha gastronómica de José Barata bate certo com o Guia Michelin de 2014. O Castas & Pratos (ou CP) dá cinco fabulosos aproveitamentos a antigos armazéns da estação de comboios do Peso da Régua: restaurante, wine barlounge, gourmet  e wine shop. O chef aconselh​​a o bacalhau em crosta de amêndoa de Vila Flor e presunto de Lamego, sobre brandade de bacalhau e camarão. Delicioso. Ainda mais gulosa é a carta de vinhos. Com mais de 700 escolhas, seria a lista telefónica do Deus Dionísio. Não espanta a colecção de prémios e elogios da imprensa especializada, da Revista de Vinhos à Wine Passion.

Em Armamar, José Barata recomenda a Casa da Farmácia. Ideia de uma família de farmacêuticos, bem merece o nome que tem, como assinala o almofariz antigo de mármore à entrada, paredes meias com a farmácia que vende medicamentos. Neste turismo de habitação, cada uma das dez requintadas suites é dedicada a uma planta com propriedades medicinais e decorada em função disso. O hóspede fica a saber, por exemplo, que o alecrim é usado como estimulante, melhora a circulação sanguínea e combate o reumatismo. Genuína é a simpatia e hospitalidade que sentimos assim que franqueamos a Casa da Farmácia, que se apresenta como «O melhor remédio para o seu descanso». 
Notícias relacionadas