Política de utilização de Cookies em Revista Saúda Este website utiliza cookies que asseguram funcionalidades para uma melhor navegação.
Ao continuar a navegar, está a concordar com a utilização de cookies e com os novos termos e condições de privacidade.
Aceitar

Sabia que existem 4 graus de asma?

A intensidade das manifestações da asma varia de doente para doente e até em cada doente, consoante a situação.

 

Esta irregularidade também caracteriza os episódios de crises de asma, que se classificam precisamente de acordo com a frequência e intensidade da sintomatologia, bem como com a necessidade de utilizar, ou não, medicamentos. Assim, são considerados quatro graus da asma:

  1. Asma intermitente: os sintomas surgem menos de uma vez por semana ou o doente acorda com os sintomas duas ou menos vezes por mês.
  2. Asma persistente ligeira: os sintomas surgem uma ou mais vezes por semana, mas menos de uma vez por dia, ou quando o doente acorda com os sintomas mais de duas vezes por mês.
  3. Asma persistente moderada: os sintomas são diários, acordando o doente mais de uma vez por semana, com crises que afetam a sua atividade diária e requerem tratamento com recurso a medicamentos.
  4. Asma persistente grave: os sintomas são permanentes, acordando frequentemente o doente durante a noite e limitando a sua atividade diária.