Política de utilização de Cookies em Revista Saúda Este website utiliza cookies que asseguram funcionalidades para uma melhor navegação.
Ao continuar a navegar, está a concordar com a utilização de cookies e com os novos termos e condições de privacidade.
Aceitar

Celulite vista à lupa

“Pele em casca de laranja” – esta é uma expressão frequentemente utilizada para descrever a aparência irregular que a pele assume na presença de celulite.

 

Embora esta realidade afete ambos os sexos, é mais frequente na mulher. Aliás, estima-se que 8 em cada 10 mulheres apresentem, em alguma fase da sua vida, algum grau de celulite.

É provável que já tenha ouvido falar sobre esta situação, mas será que sabe tudo sobre a mesma? Conheça alguns factos:

  1. A celulite tem origem numa acumulação, e consequente reposicionamento, das células de gordura por baixo da pele, conferindo à mesma um aspeto ondulado e irregular;
  2. Tende a ser mais comum:
  • Em mulheres – de um modo geral, têm maior tendência para acumular determinados tipos de gordura, que, por norma, se distribui nas ancas, coxas e nádegas (áreas onde a celulite é mais frequente);
  • Depois da puberdade – torna-se mais comum com o passar do tempo, devido à perda de elasticidade natural da pele;
  • Em indivíduos que têm familiares com celulite;
  1. Pode ser causada ou agravada por:
  • Dieta pouco equilibrada, particularmente (mas não só) se associada a um ganho de peso – o excesso de peso pode contribuir para tornar a celulite mais visível;
  • Estilo de vida sedentário;
  • Utilização de certas peças de vestuários – nomeadamente roupas muito apertadas;
  • Genética;
  • Hormonas (a gravidez, por exemplo, pode predispor ao aparecimento de celulite).
  1. Não existe uma forma definitiva de eliminar a celulite, mas existem medidas que, se levadas a cabo em simultâneo, e de um modo persistente, podem contribuir para atenuar a sua aparência:
  • Ter uma alimentação equilibrada, baixa em gordura e rica em fruta, vegetais, fibras e água – este é o primeiro passo para manter um peso adequado e, deste modo, atenuar a visibilidade da celulite;
  • Praticar atividade física frequentemente – o desenvolvimento muscular pode contribuir para tornar a celulite menos visível, conferindo à pele uma aparência mais suave e firme;
  • Utilizar vestuário confortável e pouco apertado.
  1. Existem outras abordagens que contribuem para manter a pele em bom estado, podendo, assim, atenuar o aspeto irregular associado à celulite – a utilização persistente de cuidados com determinados ingredientes, como a cafeína e o retinol, e a realização de massagens nas zonas afetadas são exemplos disso. Para mais informações sobre estas opções, informe-se com um profissional de saúde, como o seu médico ou farmacêutico.