Política de utilização de Cookies em Revista Saúda Este website utiliza cookies que asseguram funcionalidades para uma melhor navegação.
Ao continuar a navegar, está a concordar com a utilização de cookies e com os novos termos e condições de privacidade.
Aceitar

Inverno: alimente a sua saúde

Quando chega o inverno, chegam também as temperaturas baixas, os dias chuvosos e, por vezes, também os lenços de papel e um certo mal-estar associado a esta estação.

 

É, então, fundamental adotar uma alimentação saudável e variada, de modo a fortalecer as nossas defesas e assim ajudar a prevenir o aparecimento de gripe e constipações e as suas principais manifestações.

O sistema imunitário pode ser fortalecido através do recurso a alimentos ricos em substâncias antioxidantes – substâncias que combatem os radicais livres, causadores de várias doenças e inflamações – tais como a vitamina C e vitamina E, e ainda selénio e zinco. Em caso de gripe e constipações, uma alimentação rica nestes nutrientes poderá ajudar a reforçar as defesas.

E quais são os alimentos que melhor protegem o nosso sistema imunitário?

  • Verduras de cor verde escura (couve-galega, couve Bruxelas, brócolos, espinafres);
  • Verduras de cor verde alaranjada (cenoura, abóbora, beterraba);
  • Fruta variada de cor vermelha, laranja/amarela, roxa/azul, verde e branca (incluindo frutas cítricas como a laranja, toranja, limão, tangerina);
  • Frutos oleaginosos (nozes, avelãs, amêndoas);
  • Peixe gordo (sardinha, salmão, cavala, atum, arenque);
  • Leguminosas (feijão, grão de bico, lentilhas);
  • Cereais e seus derivados integrais (pão escuro, arroz e massa integral).

Para além dos alimentos que reforçam o sistema imunitário, é também importante ingerir água regularmente e, por exemplo, recorrer a infusões com mel e limão para acalmar a tosse e a dor de garganta.

No entanto, em algumas situações, ter uma alimentação equilibrada e rica em nutrientes variados pode ser uma tarefa difícil, e nesses casos o recurso à suplementação, por exemplo de vitamina C, pode ser uma boa alternativa para complementar a alimentação diária e prevenir os principais sintomas do inverno.

No entanto, o recurso a suplementos alimentares, deve ser cauteloso e sempre acompanhado de aconselhamento por um profissional de saúde. Afinal, não são inócuos e têm implicações no organismo, pelo que deve certificar-se junto do seu farmacêutico se a sua toma é adequada às suas necessidades e estado de saúde, bem como confirmar se não interferem com alguma da medicação que faça regularmente.

E não se esqueça: é fundamental adotar uma alimentação saudável durante todo o ano, independentemente da meteorologia.