Política de utilização de Cookies em Revista Saúda Este website utiliza cookies que asseguram funcionalidades para uma melhor navegação.
Ao continuar a navegar, está a concordar com a utilização de cookies e com os novos termos e condições de privacidade.
Aceitar

Viver com Fibrose Quística

A fibrose quística (FQ) é uma doença que provoca o mau funcionamento de algumas glândulas (de secreção externa) do nosso corpo, produzindo secreções anormais que causam danos em tecidos e órgãos.

 

Devido às particularidades da doença é normal que possam surgir desafios no dia a dia. Ainda assim é possível encontrar um equilíbrio entre a doença e uma vida ativa, tendo em conta fatores como a nutrição e a atividade física.

Nutrição

A nutrição é um fator importante na progressão da fibrose quística, uma vez que influencia:

  • as defesas do organismo;
  • a resposta inflamatória dos pulmões;
  • a capacidade dos músculos responsáveis pela respiração e consequentemente a progressão da doença nos pulmões.

Quem tem fibrose quística necessita de mais 20 a 50% de calorias do que quem não tem a doença, devido a possíveis problemas digestivos que impossibilitam o uso de todas as calorias ingeridas. Como tal, a dieta é diferente. A Associação Nacional de Fibrose Quística recomenda:

  1. Maior ingestão de proteínas: é aconselhado recorrer a produtos de charcutaria (fiambre, paio e presunto) nas refeições intermédias ou como aperitivo. Os ovos, também são uma boa fonte proteica, podendo ser utilizados como complemento de um prato de peixe ou de carne;
  2. Maior ingestão de gordura: pode optar-se, por exemplo, por colocar mais azeite na sopa e utilizar molhos como maionese e molho vinagrete como temperos.
  3. Ingestão de Hidratos de Carbono nas refeições principais e intermédias: é aconselhado o uso de batata, arroz, massa e feijão, como acompanhamento na refeição principal; para o lanche é recomendada a ingestão de pão, bolachas e tostas.

Quem tem FQ, pode ter pouco apetite e, nesse caso, podem ser úteis alguns truques:

  • engrossar a sopa com fécula de batata;
  • consumir farinhas (papas) e cereais ao lanche;
  • ingerir alimentos com açúcar como sobremesas, bolos e chocolates, após as refeições.

Em casos particulares o médico pode indicar o uso de alimentos hiperenergéticos, existentes na farmácia.

Atividade Física

Além dos benefícios gerais, nas pessoas com fibrose quística, a prática regular de atividade física (devidamente adaptada à doença) é importante para uma melhor função pulmonar porque facilita a expulsão do muco das vias respiratórias. Adicionalmente, a prática de exercício com outras pessoas pode ser um importante fator a nível social.