Política de utilização de Cookies em Revista Saúda Este website utiliza cookies que asseguram funcionalidades para uma melhor navegação.
Ao continuar a navegar, está a concordar com a utilização de cookies e com os novos termos e condições de privacidade.
Aceitar

Hipertensão? 5 Conselhos para reduzir o sal na Alimentação

Ponha a hipertensão fora do prato graças a uma alimentação mais equilibrada e pouco rica em sal.

Sem abdicar dos sabores e dos temperos de exceção que engrandecem a tradição gastronómica nacional, de que tanto nos orgulhamos, é fundamental promover hábitos alimentares mais equilibrados que conciliem o prazer da boa cozinha com um estilo de vida saudável.

Com vista a combater esta doença, o primeiro passo é limitar a ingestão de sal, dado que o seu consumo excessivo representa um dos principais fatores de risco associados. Para o conseguir adote algumas dicas:

❶ Resista à tentação levar o saleiro para a mesa.

❷ Privilegie o uso de especiarias e ervas aromáticas que ajudam a dar outro tempero à comida, substituindo, com vantagem, o sal.

❸ Evite o uso de enlatados e pratos pré-feitos.

❹ Utilize “sal para hipertensos”, à base de cloreto de potássio, à venda em Farmácia.

❺ Leia cuidadosamente os rótulos dos alimentos, evitando os que apresentam elevado teor de sódio.

Se está preocupado com a sua saúde e já começou a adotar estes pequenos passos, parabéns. Mas não fique por aqui. Uma alimentação saudável é meio caminho para uma vida com menos problemas, por isso:

Preste atenção ao tipo de gorduras que compõe as suas refeições: escolha alimentos com baixo teor de gorduras e prefira gorduras de origem vegetal e com elevados níveis de ácidos gordos monoinsaturados (azeite, amêndoas, nozes, avelãs) ou polinsaturados (ómega 3 e ómega 6).

Adicionalmente, opte por uma dieta rica em potássio e em fibra, à base de vegetais, fruta, frutos secos, cereais integrais, peixe e carne de aves.

 

Peça conselho ao seu farmacêutico!