Política de utilização de Cookies em Revista Saúda Este website utiliza cookies que asseguram funcionalidades para uma melhor navegação.
Ao continuar a navegar, está a concordar com a utilização de cookies e com os novos termos e condições de privacidade.
Aceitar

Alopecia no masculino e no feminino

A alopecia androgenética (de causa hereditária) afeta de forma diferente homens e mulheres:

 

Homens – a rarefação do cabelo começa nas laterais, perto da região frontal, ou na parte superior da cabeça, continuando para trás, podendo evoluir para calvície.

Mulheres – os fios vão ficando mais finos e escassos em todo o couro cabeludo, podendo a queda acentuar-se à frente, nos lados ou na parte superior da cabeça, mas raramente progredindo para calvície.

 

Travar a queda

Para alguns tipos de alopecia estão hoje disponíveis na sua Farmácia medicamentos e produtos de saúde que atuam sobre o couro cabeludo, estimulando a circulação sanguínea e, com ela, a fase de crescimento ativo do cabelo.

O melhor é sempre prevenir, pondo em prática alguns cuidados capilares:

  • Lave o cabelo com água morna, evitando grandes variações de temperatura;
  • Retire o excesso de água antes de secar e use o secador a uma distância cerca de 15 cm e a uma temperatura média;
  • Use uma escova de cerdas naturais e suaves;
  • Evite os adornos e os penteados que causem atrito ao cabelo;
  • Modere o recurso a tintas e permanentes;
  • Proteja o cabelo das agressões externas (vento, sol, mar, piscina);
  • Alimente o cabelo: por fora, com produtos adequados, e por dentro, fazendo um a dieta equilibrada.

Aconselhe-se com o seu farmacêutico sobre os produtos mais adequados ao seu tipo de cabelo.

Consulte um dermatologista se notar alterações no couro cabeludo.