Política de utilização de Cookies em Revista Saúda Este website utiliza cookies que asseguram funcionalidades para uma melhor navegação.
Ao continuar a navegar, está a concordar com a utilização de cookies e com os novos termos e condições de privacidade.
Aceitar

Regras Básicas de segurança infantil

À medida que as crianças crescem, surgem novos riscos e, rapidamente, os acidentes podem ser uma realidade mais presente.

 

É por isso que os pais devem adquirir hábitos seguros desde o primeiro dia de vida do bebé.

Existem algumas regras que se devem seguir.

Para evitar quedas:

  • o melhor é ter sempre tudo o que se precisa à mão (ex. quando se muda a fralda ou quando se dá banho ao bebé);
  • usar proteção nas escadas, janelas e portas de acesso a varandas ou terraços.

Se o bebé bater com a cabeça, se perder a consciência (mesmo que por apenas alguns segundos), se vomitar, se ficar com tonturas ou se se queixar de dores de cabeça e agir de forma estranha nas 36 horas que se seguem à queda deve dirigir-se imediatamente ao serviço de urgência.

Para evitar queimaduras:

  • devem afastar-se os líquidos quentes (água, café ou chá) da criança;
  • devem proteger-se as lareiras, radiadores e outras fontes de calor;
  • antes do banho, deve verificar-se sempre a temperatura da água;
  • quando se der o biberão, deve verificar-se a temperatura do leite, entornando uma gota no pulso;
  • Evite utilizar o micro-ondas para aquecer o leite do bebé, porque o aquecimento não é homogéneo. Caso o faça, assegure-se que homogeneíza bem o leite e verifica de seguida a temperatura antes de o dar ao bebé.

No caso de queimadura, por se tratar de crianças é sempre aconselhado uma ida a um profissional de saúde.

Para evitar queimaduras solares:

  • os bebés até 1 ano de idade não devem ser expostos ao sol;
  • os bebés com mais de 1 ano, devem usar um protetor solar com FPS 50+ e UVA, sem filtros químicos, ou seja, um ecrã mineral.

Outros cuidados muito importantes são: usar chapéu de abas largas, óculos de sol (fundamental desde os 3-4 meses, porque o cristalino não filtra os raios ultravioletas (UV) e estes têm um efeito cumulativo sobre a retina, provocando micro queimaduras que poderão  vir a afetar a visão a partir da adolescência) e t-shirt de preferência de algodão (por ser mais macio) e de cor escura (pois reflete a radiação UV conferindo maior proteção)  ou roupas com proteção solar evitando sempre a exposição solar entre as 11h e as 17h.

Para evitar intoxicações:

  • Sempre que comprar produtos que, com um uso inadequado ou ingestão acidental, podem ser tóxicos ou corrosivos, opte pelos que têm tampa de segurança;
  • Mantenha todos os medicamentos, produtos químicos e de limpeza bem fechados e fora do alcance e da vista da criança. Garanta ainda que tem tudo identificado de forma correta e visível.

Para evitar electrocuções e asfixias:

  • Considere utilizar protetores de tomadas e remover, se possível, todos os fios soltos e extensões;
  • Tenha especial cuidado com todos os objetos pequenos, sacos de plástico e balões, pois podem sufocar a criança.
  • Para além da roupa de cama e da chupeta, os bebés não devem ser deitados com nenhum outro acessório (não coloque na cama do bebé almofadas, fraldas de pano, brinquedos, gorros, fitas ou correntes da chupeta).