Política de utilização de Cookies em ANF Este website utiliza cookies que asseguram funcionalidades para uma melhor navegação.
Ao continuar a navegar, está a concordar com a utilização de cookies e com os novos termos e condições de privacidade.
Aceitar
15 janeiro 2016
  Farmácia
Farmácias dão anos de vida

​A intervenção farmacêutica oferece mais de 260 mil anos de vida com qualidade aos portugueses, o que corresponde a um aumento de 8,3% da qualidade de vida.​​

As farmácias evitam anualmente seis milhões de consultas, internamentos e urgências nos hospitais e centros de saúde. Este é o valor social da actividade das farmácias na gestão de doenças crónicas, como a diabetes e a hipertensão, na saúde materna e do bebé e em muitos programas de saúde pública, como administração de vacinas, troca de seringas e cessação tabágica.

As conclusões constam do relatório do estudo "Valor social e económico das intervenções em saúde pública dos farmacêuticos nas farmácias em Portugal", realizado pela Exigo Consultores e o CEFAR, agora publicado em livro pela Ordem dos Farmacêuticos.

A intervenção farmacêutica poupa à sociedade portuguesa 879,6M€ por ano, o que corresponde a 0,5% do PIB. Mas poderá poupar ainda mais 144,3M€, caso as farmácias venham a ser chamadas a prestar outros serviços. A dispensa de medicamentos não entrou nas contas do estudo​