Política de utilização de Cookies em Revista Saúda Este website utiliza cookies que asseguram funcionalidades para uma melhor navegação.
Ao continuar a navegar, está a concordar com a utilização de cookies e com os novos termos e condições de privacidade.
Aceitar

O que é a Serotonina? – “A molécula da felicidade”

Sabia que o telemóvel pode estar a afetar a sua felicidade? Segundo um estudo realizado em ratos, há evidências de que a radiação eletromagnética emitida pelos telemóveis altera os níveis de dopamina e serotonina, e, por sua vez, a sua felicidade. Mas afinal o que é a serotonina e como é esta que afeta o seu corpo?

 

Há dias em que tudo corre bem, e o que não falta é boa disposição! Tal é sinal de que a serotonina está a atuar da melhor maneira possível no nosso corpo. Também conhecida como a “molécula da felicidade”, a serotonina é uma substância química que nos faz sentir bem, confiantes e positivos. Contudo, tal como acontece com a dopamina, quando os níveis de serotonina estão em baixo, tal pode deixar-nos tristes ou, por vezes, até mesmo deprimidos.

A serotonina atua em várias zonas do nosso corpo, por isso, é responsável por um conjunto de funções:

  • Regulação do sono

Um desequilíbrio dos níveis de serotonina pode levar a um sono inquieto, em que acorda frequentemente e o faz perder horas de sono durante a noite;

  • Alterações de humor e depressão

A serotonina tem influência no humor e ajuda a combater a ansiedade e a depressão. Quando os níveis de serotonina diminuem pode sentir-se irritado, mal-humorado, ansioso, etc.

Daí que, e não é por acaso, que alguns dos medicamentos antidepressivos atuam de forma a aumentar os níveis de serotonina.

  • Apetite

Quando os níveis de serotonina estão normais permitem que esteja facilmente saciado e que mantenha a vontade de comer açúcares sob controlo. Mas, quando ocorre uma diminuição dos níveis de serotonina, a vontade de comer doces aumenta e, por isso, a tendência para ganhar peso também.

 

Como aumentar os níveis de serotonina?

Através da alimentação: é recomendado o consumo de alimentos ricos em triptofano (substância fundamental para a produção de serotonina) – ovos, queijo, ananás, tofu, salmão, nozes, peru, entre outros.

Através da prática de atividades que aumentam os níveis de serotonina: a prática de atividade física e a meditação regular podem também estimular a produção de serotonina no corpo, aliviando assim estados de tensão e melhorando a qualidade do sono.