Política de utilização de Cookies em Revista Saúda Este website utiliza cookies que asseguram funcionalidades para uma melhor navegação.
Ao continuar a navegar, está a concordar com a utilização de cookies e com os novos termos e condições de privacidade.
Aceitar

Doentes polimedicados e gripe. O essencial!

A gripe chega sem aviso e pode afetar qualquer pessoa, inclusive doentes polimedicados. Descubra a melhor forma de gerir esta situação.

 

Será que sou um doente polimedicado?

Com o passar dos anos, somos, por vezes, confrontados com o aparecimento de várias doenças, algumas crónicas (por exemplo diabetes, hipertensão, entre outras), que não dispensam a toma de vários medicamentos, mais do que uma vez por dia, todos os dias – é a chamada polimedicação. Se é o seu caso, a probabilidade de desenvolver interações, se a medicação habitual não for tida em consideração, é maior. Ainda assim, estas são situações podem ser evitadas. Uma dica é manter sempre consigo uma lista atualizada de todos os medicamentos que toma habitualmente.

O que posso fazer quando a gripe ataca?

Idealmente deve sempre apostar, em medidas de prevenção da gripe! No entanto, quando tal não é possível, saiba o que pode fazer. É fundamental que, antes de optar por tomar qualquer medicamento (automedicação), adicional aos seus medicamentos habituais, se aconselhe com o seu médico ou farmacêutico. Pois fazer uso do “que temos por casa” pode aumentar o risco de uma interação entre medicamentos e até de duplicação terapêutica (há medicamentos com composição semelhante, ou até igual, mas com nomes diferentes). Opte, sempre que possível, por alternativas que não envolvam a toma de medicamentos – adote alguns cuidados:

– Fique em casa, a repousar, de forma a ajudar o sistema imunitário (responsável pela defesa do nosso organismo) a combater a infeção;

– Beba muitos líquidos: opte por água, sumos naturais e sopas quentes… Desta forma ajuda a prevenir a desidratação;

– Alimente-se corretamente: uma alimentação equilibrada, rica em frutas e vegetais é essencial para a sua saúde e particularmente importante em caso de doença, para ajudar o seu organismo a combater a doença e a recuperar da melhor forma.

Caso estas medidas não sejam suficientes, encontra na sua Farmácia Portuguesa um aconselhamento personalizado, que tem em conta os medicamentos que toma habitualmente e também o seu estado de saúde, e que o ajudará a tomar as melhores decisões, sem comprometer a sua saúde.