Política de utilização de Cookies em Revista Saúda Este website utiliza cookies que asseguram funcionalidades para uma melhor navegação.
Ao continuar a navegar, está a concordar com a utilização de cookies e com os novos termos e condições de privacidade.
Aceitar

Hiperqueratose: que cuidados ter para uma pele sempre suave e macia?

Sente que a sua pele está áspera, rugosa e, por vezes, faz fissuras? Estes podem ser sinais de alerta para uma situação de hiperqueratose.

 

De forma a defender-se das agressões externas, como a fricção ou a pressão do calçado ou trabalhos manuais intensos, a pele torna-se mais espessa e endurece. Este espessamento da camada mais superficial da pele tem o nome de hiperqueratose. Nesta camada as células estão repletas de queratina (proteína da pele) e através de um fenómeno fisiológico de defesa, ocorre, por vezes, uma acumulação anormal de queratina levando ao desenvolvimento de hiperqueratoses.

As zonas mais propensas a desenvolver hiperqueratoses são as mãos, pés, cotovelos e joelhos. Sendo que, nas áreas afetadas pode ocorrer a formação de calos e calosidades dolorosas e incómodas podendo mesmo agravar e fissurar, quando expostos a uma pressão excessiva e constante.

Para cuidar as zonas de hiperqueratose utilize produtos hidratantes e emolientes, com ingredientes que destruam a queratina acumulada, nomeadamente o ácido salicílico e a ureia e que consoante a espessura, localização e causa da hiperqueratose devem ser usados em diferentes concentrações destes ingredientes. Para tal, no mercado pode encontrar cremes com uma concentração de ureia entre os 10 e os 50%:

  • Concentração 10%: Permite uma hidratação intensa da pele seca e irritada, repuxada e com comichão, sem calosidades;
  • Concentração 20%: Formulada para peles castigadas, como joelhos ásperos e cotovelos rugosos (no geral, pele seca com rugosidades);
  • Concentração 25 a 30%: Cuida a planta dos pés e mãos endurecida e espessada, com calosidades;
  • Concentração 40 a 50%: Permite uma esfoliação intensa das calosidades e redução suave de unhas espessas;

Para prevenir futuras calosidades siga os seguintes conselhos:

  • Elimine a fonte de pressão ou fricção que lhe causa incómodo;
  • Inclua na sua rotina diária um cuidado especial para a hidratação da pele seca e mais propensa a desenvolver hiperqueratose;
  • Utilize meias de algodão após a aplicação do creme de forma a potenciar a sua ação, assim os pés ficam mais macios e suaves a longo prazo;
  • Utilize sapatos confortáveis de materiais naturais (pele, tecido de algodão…), especialmente se passar longos períodos de pé ou a caminhar;
  • Calce luvas anti-impacto apropriadas para as atividades e trabalhos manuais intensos que podem afetar a pele das suas mãos.

Peça conselho na sua farmácia!