Política de utilização de Cookies em Revista Saúda Este website utiliza cookies que asseguram funcionalidades para uma melhor navegação.
Ao continuar a navegar, está a concordar com a utilização de cookies e com os novos termos e condições de privacidade.
Aceitar
1 abril 2017
Texto de Carlos Pires (farmacêutico) Texto de Carlos Pires (farmacêutico) Fotografia de Direitos reservados Fotografia de Direitos reservados

Planta dos índios

​​​A equinácea reforça o sistema imunitário.

Tags
A planta medicinal foi tradicionalmente utilizada pelos índios americanos e é amplamente usada em fitoterapia devido às suas propriedades imunoestimulantes. Estimula os mecanismos de defesa do organismo e tem características antibacterianas, antivíricas, anti-sépticas, anti-inflamatórias e fortificantes. 

PRINCIPAL UTILIZAÇÃO 
• Prevenção e redução dos sintomas associados às infecções do tracto respiratório alto: constipações, gripes, faringites, rinites e sinusites 

INTERACÇÕES 
Cafeína e equinácea: a toma em simultâneo pode provocar um aumento dos níveis de cafeína no sangue 
Imunossupressores e equinácea: a toma com medicamentos para reduzir a resposta imunológica, como os corticosteróides, pode provocar uma redução da eficácia destes medicamentos 

CONTRA-INDICAÇÕES 
Crianças com menos de 2 anos 
Mulheres grávidas e/ou a amamentar 
Doentes com historial de alergias 
Pessoas com doenças auto-imunes (esclerose múltipla, artrite reumatóide, lúpus) 

São vários os suplementos alimentares que apresentam na sua composição equinácea. Aconselhe-se com o seu farmacêutico. Ele sabe qual o melhor para si.
Notícias relacionadas