Política de utilização de Cookies em ANF Este website utiliza cookies que asseguram funcionalidades para uma melhor navegação.
Ao continuar a navegar, está a concordar com a utilização de cookies e com os novos termos e condições de privacidade.
Aceitar
11 março 2017
  Saúde
Texto de Sónia Balasteiro Fotografia de Pedro Loureiro Fotografia de Pedro Loureiro Texto de Sónia Balasteiro
O sonho de ser pai

​​​​​​​​​​​​​​Com 39 anos, tem um sonho por cumprir: a paternidade.

Tags mais populares
Heróis Saúda Revista Saúda #17 Pele Doenças crónicas Exclusivo online Vídeo
Dono de uma carreira invejável entre a escrita para jornais, televisão, stand up e televisão, Luís Filipe Borges quer cumprir um desejo, o maior de todos: a paternidade. «Pelo menos a semente, gostava que fosse este ano», anuncia ele, sorridente. «Quando penso na paternidade, é algo que desejo muito. Estou numa idade em que os meus amigos quase todos têm filhos. Alguns já vão nos segundos e nos terceiros. Coloca uma certa angústia. Nem que seja por causa daquela imagem clássica. Gostava de ainda poder dar uns passinhos para poder jogar à bola com um filho, correr com uma filha e, portanto, já vou sentindo assim ang​ústia». 

 


Não que se sinta a envelhecer. Pelo contrário: «Como descobri o exercício físico aos 37 anos e perdi 20 quilos nos últimos dois anos, estou aqui a viver uma espécie de efeito Benjamin Button, em que aos 39 estou em muito melhor forma que aos 25. Portanto vou tentar adiar a marcha do tempo enquanto puder».

Os desejos profissionais, esses, garante, estão cumpridos: «Gostava de repetir tudo o que já fiz. A única coisa que falta, e é de longe a mais importante, é a paternidade».​​
Notícias relacionadas
Galerias relacionadas