Política de utilização de Cookies em ANF Este website utiliza cookies que asseguram funcionalidades para uma melhor navegação.
Ao continuar a navegar, está a concordar com a utilização de cookies e com os novos termos e condições de privacidade.
Aceitar
19 novembro 2016
Texto de Manuela Moura Guedes Fotografia de Pedro Loureiro Fotografia de Pedro Loureiro Texto de Manuela Moura Guedes
O dia em que pensou abandonar o jornalismo

​​​​​​​​​​​​​​​​​​​​Antes de chegar a Directora de Informação do Porto Canal, Ana Guedes Rodrigues trabalhou como jornalista na TVI. Foi nesse período que ponderou trocar o jornalismo pelo entretenimento.

São vários os dias em que as dúvidas assaltam Ana Guedes Rodrigues. Não é fácil  passar grande parte da vida a lidar com  as noticias que chegam do Mundo, histórias  de pessoas reais que, mais perto ou mais longe, são protagonistas de acontecimentos tristes, dramáticos, que a angustiam e não lhe dão espaço para ser a pessoa que é: bem disposta e descontraída. É por isso que, por vezes, acorda a pensar em deixar o jornalismo e mudar de profissão.

Um dia entrou mesmo no gabinete do Director-Geral da TVI para lhe dizer que estava demasiado angustiada, sob muita pressão, que não aguentava mais, que queria deixar o jornalismo porque queria ser feliz, queria rir-se e dizer coisas boas às pessoas. Estava ali a pedir para que o Director lhe desse uma oportunidade e a pusesse na área do entretenimento. 

O Director ouviu o desabafo de Ana Guedes Rodrigues mas foi como se não tivesse ouvido - fez tábua rasa dos lamentos, do apelo e ,pura e simplesmente, mandou-a dar meia volta e regressar à secretária para fazer o que sempre fez: jornalismo. Ela obedeceu.

​​
Notícias relacionadas