Política de utilização de Cookies em Revista Saúda Este website utiliza cookies que asseguram funcionalidades para uma melhor navegação.
Ao continuar a navegar, está a concordar com a utilização de cookies e com os novos termos e condições de privacidade.
Aceitar
8 julho 2016
Texto de Carina Machado Texto de Carina Machado

Ministério da Ciência, Tecnologia e Ensino Superior homenageia Odette Ferreira

​​​​​O ministro Manuel Heitor entregou a Medalha de Mérito do MCTES a Odette Ferreira pelo seu pioneirismo «na investigação sobre SIDA em Portugal, tendo identificado o HIV de tipo 2, descoberta da maior relevância no que se refere à epidemiologia e diagnóstico desta doença».

​Em declarações à Revista Farmácia Portuguesa, Odette Ferreira confessou, numa primeira reacção a esta homenagem, alguma admiração, «por se tratar de uma área onde normalmente são outras profissões que recolhem distinções públicas». 

«Como farmacêutica, fico contente por poder ser exemplo de que temos, enquanto classe, capacidade para melhorar as condições de vida e saúde das populações», acrescentou, sublinhando que «sempre me bati pela dignificação da profissão farmacêutica e lutei contra as injustiças que nos são feitas. Sempre quis demonstrar que estamos subaproveitados na Saúde. Os farmacêuticos são bons. Estamos entre os melhores. Mas estamos fechados, não temos visibilidade. Não sei porquê! Por isso temos que evidenciar ainda mais que estamos academicamente preparados, que estamos mais próximos da população, que somos bons investigadores, que temos muito mérito. Eu apresento-me sempre como um entre muitos outros e, nesse sentido, julgo que tenho dado um bom contributo para que o nosso trabalho seja reconhecido».

Pessoalmente, diz, «faço o meu trabalho e não estou à espera que ninguém mo agradeça, mas ficamos satisfeitos quando percebemos que as pessoas compreendem as razões que nos motivam. Mais ainda por ter a sorte de assistir em vida a um reconhecimento que normalmente só nos é feito depois de mortos».

A homenagem marcou a abertura solene do Encontro Nacional de Ciência, “Ciência 2016”, que teve lugar esta semana em Lisboa e estendeu-se a outros investigadores, inclusive uma outra farmacêutica, Claudina Pousada, que desenvolve trabalho em Bioquímica. Em Saúde, contudo, só o trabalho de Odette Ferreira foi distinguido. 
Notícias relacionadas