Política de utilização de Cookies em Revista Saúda Este website utiliza cookies que asseguram funcionalidades para uma melhor navegação.
Ao continuar a navegar, está a concordar com a utilização de cookies e com os novos termos e condições de privacidade.
Aceitar
3 março 2016
Texto de Sofia Silva (Academy master Trainer - Training Academy Holmes Place Health Club) Texto de Sofia Silva (Academy master Trainer - Training Academy Holmes Place Health Club)

Mexa-se!

​​​​​​A actividade física pode ajudar no processo de envelhecimento.

O envelhecimento não é um estado, é um processo natural e irreversivelmente progressivo pelo qual todos os seres humanos passam. Neste âmbito, surge um conceito muito interessante: o envelhecimento activo.

A noção de envelhecimento activo abrange todos os domínios: o físico, o mental e o social. E inclui as tarefas cognitivas, os encontros sociais e as actividades físicas que se decida fazer, de forma a promover o aumento da autonomia, do bem-estar e da qualidade de vida.

Os benefícios e impacto positivo da prática regular de exercício físico são de tal forma abrangentes na vida das pessoas mais idosas, que se tornaram numa marca constante do discurso médico a cada consulta. Se pensarmos que é um meio para melhorar a força, o equilíbrio, a coordenação, a flexibilidade, a resistência, a saúde mental, o controlo motor e a função cognitiva, facilmente percebemos a razão!


Reforce a musculatura
Sabia que as quedas são a maior causa de incapacidade? O reforço muscular e o desenvolvimento do equilíbrio são capacidades essenciais, que um plano de exercício orientado ajuda a desenvolver e que podem contribuir, de forma muito efectiva, para minimizar o risco de quedas.


Combata a solidão
Quando as pessoas optam por se aposentar é natural que surja uma tendência para algum sedentarismo e isolamento. A prática de uma actividade física poderá ser um importante aliado na adaptação a novas rotinas. E é igualmente relevante ao nível da motivação e sentimento de conquista.


EXPERIMENTE:

  • Comece com 30 minutos de marcha ou outro tipo de actividade aeróbica (contínua ou acumulada durante o dia).

  • Qualquer exercício a que se proponha deve ser divertido. Por que não reunir um grupo de amigos ou familiares, em dois ou três horários durante a semana? Também pode optar por aulas de grupo no ginásio.

  • Pelo menos duas vezes por semana, inclua exercícios de promoção da força muscular. Em ginásio, opte por exercícios em máquinas de musculação com carga adequada; em casa, ou no exterior, use o peso corporal.

  • Deve sempre iniciar a sua actividade física com um bom aquecimento e terminar com um plano de alongamentos. Ambos são imprescindíveis para o aumento da sua mobilidade e autonomia.

Notícias relacionadas