Política de utilização de Cookies em Revista Saúda Este website utiliza cookies que asseguram funcionalidades para uma melhor navegação.
Ao continuar a navegar, está a concordar com a utilização de cookies e com os novos termos e condições de privacidade.
Aceitar
7 junho 2019
Texto de Rita Leça Texto de Rita Leça Fotografia de Pedro Loureiro Fotografia de Pedro Loureiro

Medicamentos em casa: «Um serviço essencial»

​​​Autarca de Loures aplaude iniciativa das farmácias.

Tags
Lançada a 12 de Março, a iniciativa Medicamentos Agora em Sua Casa garante a entrega de medicamentos ao domicílio 24 horas por dia, 365 dias por ano, aos utentes do concelho de Loures. O presidente da Câmara Municipal, Bernardino Soares, aplaude a iniciativa, que acredita ser fundamental, pelo que deve ser ampliada a todo o país. Para já, foi alargada aos munícipes de Odivelas, desde 6 de Maio.

 


«Corresponde às necessidades das pessoas e, por isso, revela-se essencial. Se as pessoas estão satisfeitas, ganhamos todos – ganham as pessoas, as farmácias e o município» – disse o autarca esta quinta-feira, no âmbito do programa Mais Perto de Si! - Saúde!, da Câmara de Loures. Bernardino Soares visitou a Farmácia Nova de Loures, uma das 47 farmácias que aderiu à iniciativa, integrada no Movimento Loures Tem + Saúde.

«As farmácias são importantíssimas, porque são a rede mais próxima das pessoas», sublinhou Bernardino Soares, acrescentando com orgulho que «o Movimento Loures Tem + Saúde apresenta resultados muito positivos. A unanimidade do voto de louvor que lhe foi atribuído [pela Câmara de loures] é disso um exemplo claro». 

Dando como referência o projecto-piloto de vacinação gratuita contra a gripe para maiores de 65 anos daquele município, que representou «um aumento do número de pessoas vacinadas muito superior quando comparado com o resto do país», Bernardino Soares conclui que as sinergias com as farmácias, outras entidades de saúde e a autarquia são para continuar. «Há um caminho para percorrer e vamos fazê-lo juntos», disse.

 

​​​​​
Estas palavras inspiraram Ana Pires, directora-técnica da Farmácia Nova de Loures, que desabafou: «Juntos conseguimos prestar um serviço com maior qualidade aos nossos utentes. As pessoas estão muito satisfeitas com esta iniciativa de entrega de medicamentos ao domicílio. Por exemplo, se tem de tomar um antibiótico e não pode sair de casa, agora é mais fácil».

É um esforço acrescido para a equipa da farmácia, mas que «compensa para os utentes, sem dúvida», garante a farmacêutica.
Notícias relacionadas