Política de utilização de Cookies em ANF Este website utiliza cookies que asseguram funcionalidades para uma melhor navegação.
Ao continuar a navegar, está a concordar com a utilização de cookies e com os novos termos e condições de privacidade.
Aceitar
14 junho 2016
Texto de Sónia Balasteiro Fotografia de Carla Bessa Fotografia de Carla Bessa Texto de Sónia Balasteiro
Farmácias preparadas para colaborar com médicos

​​​​​​USFarmácia é aguardado com expectativa por profissionais de saúde da Figueira da Foz. Objectivo é facilitar comunicação.

​«Já falamos muito com os médicos»​
Maria Rogéria Campos, Directora Técnica da Farmácia Garcia



«O USFarmácia é um projecto interessantíssimo, com imensas vantagens para o utente. Vai desburocratizar, simplificar o acesso à medicação em caso de doença crónica e facilitar o acesso aos cuidados de saúde. Decidi logo participar quando as farmácias foram convocadas, na primeira reunião, há cerca de dois meses. Temos tudo preparado para podermos comunicar informaticamente com a Unidade Local de Saúde Familiar de São Julião, através do Sifarma. Já há bastante comunicação com os médicos, sobretudo por telefone. Agora vai haver um registo. Acredito que, depois da fase de experimentação e de alinhamento de procedimentos, este projecto possa ser replicado a nível nacional, criando verdadeiras redes de cuidados de saúde primários.»

«Há muito que ansiávamos por ajudar o SNS»
Maria Clemência Mourão, Directora  Técnica da Farmácia Gaspar



«Há muito que as farmácias ansiavam por poder ajudar o Serviço Nacional de Saúde. O USFarmácia vem ao encontro do que já se fazia, permitindo, por exemplo, a renovação de receitas, facilitando a medicação. A farmácia é o primeiro local a que o utente recorre e onde é feita uma primeira triagem, enviando, após essa triagem, os doentes que o necessitam para o médico. Este projecto vem oficializar o reconhecimento das competências e do conhecimento das farmácias. Já há comunicação com os médicos, mas agora essa comunicação será mais fácil, através da plataforma informática. Este projecto é uma mais-valia para o SNS e para os utentes. Considero que deve ser alargado a todo o território nacional.»

«Os doentes ganham saúde»​​
Paula Martins, Directora Técnica da Farmácia Sotto Mayor



​O fundamental comunicar com os médicos para esclarecer a terapêutica e evitar a sobreposição de medicação. Já temos um bom relacionamento. Acredito que o projecto ajudará, sobretudo, na ra​pidez de intervenção no caso das doenças agudas, a cistite e a infecção aguda da orofaringe, porque os utentes podem ser encaminhados para os centros de saúde em horário alargado ou para as urgências. Também vai ajudar a poupar tempo no início da terapêutica e facilitar a renovação do receituário nas doenças crónicas. Com o USFarmácia, ganhamos todos. Os centros de saúde ganham tempo para os doentes. As farmácias vêem as suas competências reconhecidas. E os doentes ganham saúde. A Farmácia já é a porta de entrada dos doentes no SNS, a popul​ação reconhece as nossas competências. Considero que o projecto deve chegar ao resto do país.»​

Veja aq​ui o que é a experiência USFarmácia.
Notícias relacionadas