Política de utilização de Cookies em ANF Este website utiliza cookies que asseguram funcionalidades para uma melhor navegação.
Ao continuar a navegar, está a concordar com a utilização de cookies e com os novos termos e condições de privacidade.
Aceitar
1 abril 2017
  Saúde
Texto de Sónia Balasteiro Fotografia de Pedro Loureiro Fotografia de Pedro Loureiro Texto de Sónia Balasteiro
Autonomia para ser feliz

​​​​​​Francisca Prieto tem um projecto para a filha: que seja autónoma e, por isso, feliz. 

Tags
Exclusivo online Heróis Saúda Revista Saúda #18 Vídeo
Os momentos de mudança são os mais difíceis para a mãe, Francisca Prieto. «Foi da primeira vez que tive de ir tratar de uma escola para ela, agora quando foi para o quinto ano… são as coisas que me custam muito», desabafa a mãe da menina de 11 anos, com trissomia 21. Isto porque, explica, «entra outra vez o factor desconhecido. Depois de a conhecerem a coisa corre lindamente». 

Quando há dúvidas, como houve no início em que Francisca começou a frequentar aulas de equitação, a mãe explica: «faço de conta que ela tem seis anos». 

 


Para a mãe o importante é que Francisca seja feliz e autónoma. «Eu sei é que o caminho é diferente. O que vou fazendo é avaliando em cada altura o que pode ser melhor para ela. Agora, não me passa pela cabeça que ela um dia não tenha o seu trabalho, mesmo que tenha que viver connosco ou viver perto».
Notícias relacionadas