Política de utilização de Cookies em ANF Este website utiliza cookies que asseguram funcionalidades para uma melhor navegação.
Ao continuar a navegar, está a concordar com a utilização de cookies e com os novos termos e condições de privacidade.
Aceitar
30 novembro 2015
Texto de Carlos Godinho (Veterinário, Globalvet) Fotografia de David Oitavém Fotografia de David Oitavém Texto de Carlos Godinho (Veterinário, Globalvet)
Adeus às pulgas

​Para cada animal, deve ser estabelecido um plano de desparasitação.

Os parasitas aparecem nos animais e são um incómodo para eles e também para as pessoas. Além disso, podem provocar doenças mais ou menos graves, tanto a uns como a outros. As pulgas são os parasitas externos mais frequentes e causam grande aflição aos animais.

Sendo mais comuns durante os meses mais quentes – Março a Outubro – em ambientes onde as temperaturas lhes sejam favoráveis, as pulgas estão activas durante todo o ano. É o que acontece nas nossas casas, que se mantêm quentes mesmo no Inverno.

Alguns animais são muito alérgicos às picadas e às fezes das pulgas, o que leva a que se cocem muito, se mordam insistentemente e arranhem violentamente, podendo provocar uma inflamação grave da pele e até fazer feridas. Em casos mais graves, chegam a provocar anemia nos animais. As pulgas podem transmitir doenças aos animais, por exemplo algumas ténias. Podem também ser prejudiciais para os humanos, transmitindo outras doenças. Felizmente, as doenças provocadas por pulgas podem ser evitadas. Para cada animal, deve ser estabelecido um plano de desparasitação. O médico veterinário poderá avaliar as condições de risco para cada situação e indicar os procedimentos adequados.

Existem muitos medicamentos antiparasitários externos disponíveis no mercado. A maior parte não necessita de receita médico-veterinária para ser adquirida e todos eles estão disponíveis na farmácia. Além dos medicamentos tradicionais, sabia que agora pode combater pulgas e carraças com comprimidos? Que alguns têm efeito que dura até três meses? O farmacêutico pode esclarecer sobre a sua utilização e quais as diferenças entre os medicamentos.

É importante não só tratar dos animais, como também a casa onde eles habitam, utilizando produtos próprios para eliminar pulgas e respectivos ovos e larvas do meio ambiente.

Não se esqueça de se aconselhar na farmácia quando for adquirir os medicamentos. Utilize-os de forma adequada e diga adeus às pulgas! ​